domingo, 1 de abril de 2018

Farinha de Arroz, fit?

Em busca de uma vida saudável, muitos procuram uma alternativa para substituir a farinha de trigo, que consumida em excesso, segundo pesquisadores, pode trazer vários prejuízos à saúde, como: aumento das taxas de açúcar no sangue, aumento da fome e apetite, maior risco de problemas inflamatórios, aumento dos índices de alergia, perdas de massa óssea, perda de nutrientes, aumento das taxas de colesterol ruim e obesidade.
Na linha dos substitutos saudáveis, entra a farinha de arroz, considerada a grande queridinha de nutrologos e fitness. Produto comum e muito consumido no sudeste da Ásia, Japão e sul da Índia.
Esta farinha, pode ter como base tanto o arroz branco, como o integral, livre de processos químicos. Não possui gosto ou cheiro, servindo para receitas doces e salgadas. Além de não conter glúten (proteína presente na maioria dos cereais), sendo uma excelente alternativa para celíacos (1%da população mundial) e menos “engordativa”.

Benefícios da Farinha de Arroz
  • evita prisão de ventre, pois facilita o funcionamento do intestino. Elimina toxinas e outros resíduos no intestino.
  • reduz os níveis de colesterol ruim  no organismo.
  • diminui a sensação de fome constante.
  • ajuda a regular os níveis de açúcar no sangue.
Desta forma, o uso da farinha de arroz contribui na prevenção de diabete tipo 2, prisão de ventre, diverticulite, entre outras doenças do cólon.

Benefícios no Prato
  • faz uma fritura mais sequinha.
  • não tem gosto. Não altera o sabor dos ingredientes, nem fica com aquele “gosto de farinha”.
  • serve para receitas doces e salgadas.
  • bom rendimento.
  • mais leve.
Benefícios – Fonte
  • rica em proteínas
  • vitaminas do complexo B
  • minerais
  • fibras
  • baixo teor de gorduras e sódio.
Onde usar
  • pães
  • tortas doces ou salgadas
  • massas de salgados (coxinha, risole, bolinhas de queijo, esfiha e empadas)
  • panquecas
  • nhoques
  • suflês
  • muffins e cupcakes
  • bolos
  • biscoitos
  • pavês
  • rocamboles
  • waffles
  • pudim e tudo que sua imaginação e criatividade permitirem.
    tuasaude.com.br
Coxinha Fit e sem Glúten
Ingredientes: 2 xic de farinha de arroz; 2 xic de caldo de galinha; 1 col. de sopa de manteiga e sal a gosto. Fubá ou farinha de mandioca.
Modo de preparo: junte o caldo e a manteiga numa panela e deixe ferver. Acrescente o sal e a farinha de arroz. Mexa bem até obter uma massa homogênea e a seguir coloque a massa numa superfície lisa e untada. Amasse a massa com as mãos durante 5 minutos e depois retire um pedaço, abra-o na mão e coloque o recheio. Feche a massa, passe-a num pouco de ovo batido, depois no fubá ou na farinha de mandioca e frite no óleo, ou em fritadeira sem óleo.
E agora, qual a sua receita de hoje?

Até a próxima!

segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

Boas Festas!

Desejamos a todos os amigos, seguidores, parceiros e clientes:

No próximo ano, estaremos juntos e com toda energia!
Kaká e Mari

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Roupa de Cama, o lençol e a escolha ideal!

Lençois Coord. de Seda - www.pontofrio.com.br
Depois de escolher o colchão, é hora de pensar na roupa de cama. E decidir a roupa de cama, não é só a escolha dos desenhos do lençol e edredons. Poucos se dão conta de sua importância para uma boa noite de sono. Uma cama confortável, com lençóis macios e agradáveis, ajuda muito na qualidade de vida. A qualidade do tecido e a trama estão entre os principais fatores a se observar. Optar por números e tipos de fios, tecidos, determinam sua qualidade e durabilidade.
Roupas de cama, incluem: colchas, edredons, lençóis, mantas, fronhas, cobre leito, cobertores, capas para travesseiro, capas para colchão (ou cobre colchão) e até saias de colchão.
Dentre estas peças, temos: algodão, algodão egípcio, percal, 180 fios, microfibra, seda, linho, cetim entre outros.

A microfibra é um dos mais apreciados tecidos da atualidade, no quesito roupa de cama. É resistente, antialérgica, suave e macia. Um tecido sintético, de poliéster ou poliamida, acrílico ou nylon.
www.extra.com.br

Utilizada em cobertores, edredons e mantas, possibilita troca térmica. 

Seca rápido, possui respirabilidade, bom isolamento térmico, porém a durabilidade é moderada.

O algodão, é considerado um

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

O Abc do Colchão!

Um colchão confortável contribui para um sono tranquilo e disposição para o dia a dia, mas isto você já sabe, certo?
Mas como se escolhe um colchão para evitar noites de insônia, dores nas costas, tensão muscular, problemas de coluna e até vícios de postura?
Vamos aos detalhes!
Segundo o INMETRO, uma pessoa de 60 anos, passa 20 deles dormindo, ou seja, o colchão vai ter influencia positiva ou negativa na vida das pessoas. Por isto ele precisa ser confortável, manter a anatomia e saúde de quem o utiliza.
Segundo ortopedistas, o bom colchão deve manter a coluna alinhada e exercer uma função ortopédica, o que significa ceder na medida exata da curvatura do corpo.
Antes de escolher seu próximo colchão, compare:
Molas 
Colchão de molas ensacadas - gazetadopovo.com.br
Um colchão não deve ser somente de molas: elas devem ser  acompanhadas por uma camada extra de espuma, látex ou viscoe­­­lástico, chamada pillow top.
- Vantagens:

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Progressiva ou Temporária, Alisa?

Escova progressiva, ou progressiva, escova inteligente, marroquina, de chocolate, de leite, como são mais conhecidas, são na verdade um alisamento temporário. Não hidratam o cabelo e sim, reduzem seu volume. Não são tratamento capilar, apenas o segundo componente, que complementa o alisante, trará este resultado.
peixeurbano.com.br

Esta técnica recebeu este nome, porque seu efeito tende a melhorar a cada aplicação. Mantém seu efeito, ou validade, de 3 à 6 meses mantendo-o liso, com volume e frizz totalmente reduzidos e com brilho e maleabilidade intensos. Após este período, os cabelos voltam a sua forma original. Não existe retoque na progressiva. Se o seu efeito foi embora, é necessário fazer outra aplicação no cabelo todo, não resolve fazer apenas nas raízes. A durabilidade, do produto depende da quantidade de lavagens feitas e do crescimento do cabelo.
Alessandra Ambrosio - Getty Images

Podem ser aplicadas em qualquer tipo de cabelo e a maioria é compatível com qualquer tipo de química.
Mas uma progressiva mal feita, pode se transformar num problema terrível. Então, o que fazer?

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Cominho, a Saúde em Pó!

www.sementerara.com.br



Cominho, Cuminum cyminum, da família Apiaceae, com origem no Egito antigo e utilizada por celtas, romanos, árabes, é cultivada na Índia, África do Sul, Oriente Médio e México, mas utilizada no mundo inteiro. Esta planta herbácea, cresce de 30 – 50cm de altura, de flores pequenas brancas ou cor de rosa.
Uma especiaria de sabor peculiar e único de notas levemente apimentadas, ou amargo picante, utilizada no preparo de vários pratos, como carnes, peixes, assados, sopas, guisados, molhos, arroz, pães, queijos, licores e bolos, entre outros.
Do cominho se utiliza suas folhas, no preparo de chás, as sementes para chás e licores cúmel e a semente seca e moída (processada) na culinária em geral.
www.revistasaude.com.br

Benefícios